Blog

Novidades do Mercado

O que é Data Protection Officer e como esse profissional atua na advocacia?

Profissão está prevista na nova LGPD, que entra em vigor em agosto deste ano, e abre novas oportunidades no mercado para muitos profissionais.

Por LawVision    |    Dia 24 de janeiro de 2020
O que é Data Protection Officer e como esse profissional atua na advocacia?

O mundo jurídico está prestes a ganhar uma nova profissão – e ela tem data para entrar em vigor. Com a chegada da Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) a partir de agosto de 2020 entrará em cena a figura do Data Protection Officer (DPO).

Se você ainda não está ciente de todos os detalhes sobre esse profissional, não se preocupe: a demanda é relativamente nova no mercado. Entretanto, ela denota a importância que o correto gerenciamento de dados terá a partir de agora e como o uso de softwares de gestão parece ser mesmo um caminho sem volta dentro do segmento jurídico.

O que é o Data Protection Officer?

O profissional de DPO será o responsável por aconselhar as empresas no que diz respeito ao manuseio e ao armazenamento de dados dos clientes, seguindo as diretrizes da Lei Geral de Proteção de Dados. Caberá a esse novo colaborador documentar os fluxos de dados, investigar se as formas de proteção são suficientes e, além disso, ficar de olho nas jurisprudências de casos relacionados à nova lei.

Como se trata de uma novidade em termos jurídicos não há como prever como será a demanda de informações sobre esse assunto. Entretanto, como praticamente todas as grandes companhias trabalham hoje com dados de clientes no mundo digital, é de se imaginar que o volume de dúvidas e mesmo de casos nos quais a aplicação da lei gere questionamentos será alto.

O profissional de DPO será o principal responsável por esclarecer esses aspectos da lei para todos os demais integrantes das equipes. Em outras palavras, ele trabalhará como espécie de consultor para todos os processos nos quais as questões abordadas pela LGPD sejam necessárias. 

No artigo 41 da LGPD estão descritas algumas funções que podem ser executadas por esse profissional:

I – aceitar reclamações e comunicações dos titulares, prestar esclarecimentos e adotar providências;

II – receber comunicações da autoridade nacional e adotar providências;

III – orientar os funcionários e os contratados da entidade a respeito das práticas a serem tomadas em relação à proteção de dados pessoais; e

IV – executar as demais atribuições determinadas pelo controlador ou estabelecidas em normas complementares.

Por que você deve pensar nesse profissional para o seu negócio?

Não são apenas os clientes do seu escritório de advocacia que lidam com grandes volumes de dados dos clientes. É cada vez maior o número de empresas que recorrem aos softwares de gestão, como o LawVision, como forma de se destacar no mercado, otimizando processos internos e permitindo o acompanhamento de um volume maior de informações.

Por exemplo, em se tratando de jurisprudências, é possível deixar que os softwares analisem grandes volumes de dados e emitam estatísticas relacionadas aos comportamentos mais comuns em determinados tribunais. Essas informações podem servir como um importante subsídio na definição das estratégias jurídicas que serão adotadas pelo escritório.

Portanto, não se trata apenas de trazer um profissional para a sua infraestrutura que seja capaz de compreender como deve ser o tratamento dos dados, mas também de proporcionar a ele as condições necessárias para que o seu escritório tome sempre as melhores decisões – no menor tempo possível.

LawVision: solução sob medida

Se você ainda não conhece os benefícios que a plataforma LawVision pode proporcionar para escritórios de advocacia de pequeno, médio ou grande porte, então ainda não explorou todas as possibilidades do seu negócio. Entre as inúmeras vantagens proporcionadas pelo software, destacamos ainda:

  • Prestação de contas aos advogados associados, detalhando as distribuições do escritório;
  • Acompanhamento das despesas e receitas, entendendo a sua composição e evolução;
  • Acompanhamento da entrada de novos processos e suas características (análise de tendência);
  • Visualização de indicadores de desempenho comercial, financeiro e operacional;
  • Visualização do aging list de ações do escritório, permitindo identificar oportunidades para trabalhar de forma ativa a busca por melhores resultados.

Entre em contato com a equipe de especialistas do LawVision e descubra de que maneira o software pode tornar seu escritório mais produtivo e competitivo.



Solicite uma demonstração